Rádio

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Leitura Orante: O Filho de carpinteiro

"E ficaram escandalizados por causa dele"

Preparo-me para a Leitura Orante,
rezando com todos os que, nesta rede da internet,
se reúnem em torno da Palavra:


Oração para antes de ler a Bíblia

Jesus Mestre, que dissestes:
“Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu aí estarei no meio deles”, ficai conosco, aqui reunidos para melhor meditar e comungar com vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento. 
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa, onde a Palavra de Deus produza frutos abundantes de santidade e de apostolado.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto Mc 6,16:


Naquele tempo:
Jesus foi a Nazaré, sua terra,e seus discípulos o acompanharam.Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga.Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam:'De onde recebeu ele tudo isto?Como conseguiu tanta sabedoria?E esses grandes milagresque são realizados por suas mãos?Este homem não é o carpinteiro, filho de Mariae irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão?Suas irmãs não moram aqui conosco?'E ficaram escandalizados por causa dele.Jesus lhes dizia: 'Um profeta só não é estimadoem sua pátria, entre seus parentes e familiares'.E ali não pôde fazer milagre algum.Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos.E admirou-se com a falta de fé deles.Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.Palavra da Salvação.

Refletindo

O que esse texto fala ao meu coração? Ler novamente, com calma, e estar aberto à ação do Espírito Santo. Como esse texto pode ser traduzido na minha vida? Elencar frases ou palavras chaves para ir recitando durante o dia.



2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje? Medito em silêncio na presença de Deus.


O FILHO DE CARPINTEIRO
"A baixa condição social de Jesus deu motivo para a incredulidade do povo da cidade onde crescera e fora educado. Sua volta a Nazaré foi ocasião de contratempos. O filho do carpinteiro, que tomara a palavra na sinagoga, não era um desconhecido. Antes, estava rodeado de discípulos cujas vidas estavam ligadas à dele. Apresentava-se, agora, como um rabi cujos ensinamentos rompiam as barreiras da normalidade e seu saber superava, em muito, o dos que haviam se preparado para a função de rabino. Daí todos se perguntarem qual a origem de tamanha ciência. Sobretudo, seus milagres chamavam a atenção. Tratavam-se de prodígios espetaculares, coisa jamais vista!
Como tudo isto era possível? Havia contradição entre o que viam e ouviam e a origem humilde daquele novo mestre. O povo de Nazaré foi incapaz de superar sua incredulidade e dar crédito ao testemunho de Jesus. Mesmo constatando os feitos grandiosos do Mestre, os nazaretanos sempre tinham à mão um argumento para desqualificá-lo. Eles se viam às voltas com um problema sério: acreditar que Deus opera maravilhas servindo-se de meios humanamente frágeis.
A grandeza de uma ação não se mede pela grandeza de quem é escolhido como instrumento para realizá-la. Por conseguinte, se para os conterrâneos de Jesus era impensável que um filho de carpinteiro ensinasse e agisse com tamanha autoridade, o mesmo não acontecia com Deus Pai."
Pe. Jaldemir Vitório, sj



3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo, com a Oração:


Pai, abre minha mente e meu coração, para que eu possa compreender que tu te serves de meios humanamente modestos para realizar as tuas maravilhas. Amém.


4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Como o Senhor me convida a agir aplicando concretamente em minha vida esta leitura que acabei de meditar? Qual é a minha resposta a Deus e aos irmãos?
Estou aberto para reconhecer a ação de Deus a minha volta? O que posso fazer concretamente para mudar isso?

E rezo:

Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.
Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.
São Paulo Apóstolo, rogai por nós.
De todo pecado, livrai-nos Senhor.


Bênção Final
Maria, minha querida e terna Mãe, 
colocai vossa mão sobre minha cabeça. 
Guardai minha mente, coração e sentidos 
para que eu não cometa o pecado. 
Santificai meus pensamentos, sentimentos, palavras e ações, 
para que eu possa agradar a vós 
e ao vosso Jesus e meu Deus. 
E assim, possa partilhar 
da vossa felicidade no céu. 
Jesus e Maria, dai-me vossa bênção:
+ em nome do Pai, do Filho 
e do Espírito Santo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário