Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2008

Fábula-mito do cuidado

Certo dia, ao atravessar um rio, Cuidado viu um pedaço de barro. Logo teve uma idéia inspirada. Tomou um pouco do barro e começou a dar-lhe forma. Enquanto contemplava o que havia feito, apareceu Júpiter. Cuidado pediu-lhe que soprasse espírito nele. O que Júpiter fez de bom grado. Quando, porém, Cuidado quis dar um nome à criatura que havia moldado, Júpiter o proibiu. Exigiu que fosse imposto o seu nome. Enquanto Júpiter e Cuidado discutiam, surgiu, de repente, a Terra. Quis também ela conferir o seu nome à criatura, pois fora feita de barro, material do corpo da Terra. Originou-se então uma discussão generalizada. De comum acordo pediram a Saturno que funcionasse como árbitro. Este tomou a seguinte decisão que pareceu justa: "Você, Júpiter, deu-lhe o espírito; receberá, pois, de volta este espírito por ocasião da morte dessa criatura. Você, Terra, deu-lhe o corpo; receberá, portanto, também de volta o seu corpo quando essa criatura morrer. Mas como você, Cuidado, foi quem, por primeir…

SOLENIDADE DE PENTECOSTES

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.*
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia

Hino

Veni creator Spíritus,
mentes tuórum visita
imple supérna gracia
quae tu creáti pectora.
Qui díceris Paráclitus,
altíssimi donum Dei,
fons vivus, ignis, cháritas,
et spiritális úncio.
Tu septifórmis múnere,
dígitus patérne déxterae,
tu rite promissum Patris,
sémone ditans gútura.
Accénde lúmen sensibus,
infunde amórem córdibus,
infirma nostri córporis
Virtute firmans pérpeti.
Hostem répellas longius,
pacémque dones prótinus,
ductore sic te praevio
vitémus omne nóxium.
Per te sciamus da Patrem,
noscamus atque Filium,
teque utriusque Spirítum,
Crédamus omni témpore.

Salmodia

Ant. 1 O Espírito do Senhor encheu todo o universo. Aleluia.
Salmo 109(110),1-5.7 _ Palavra do Senhor ao meu Senhor:*
"Assenta-te ao lado meu direito
_ até que eu ponha os inimigos teus*
como escabelo por debaixo de teus pés!"
= O Senhor estenderá desde Sião†

Socrático

Por que você come?
Onde você quer chegar?
O que você educa?
O que é essêncial para você?

Analise, pense, reflita: responda!
Comer para satisfazer ao paladar?
Caminhar por onde a vida quiser lhe levar?
Educar aos desejos e viver desregradamente?
Deixar-se levar pela aparência?

Comer por comer; cuidado para não explodir!
A vida lhe leva; cuidado para não se perder!
Alimentar aos desejos; cuidado para não ficar escravo deles!
Viver de aparência; cuidado para não se decepcionar!

Reflita, coragem, confronte-se!
Silencie, medite, ouça!
Comunique, extravase, caminhe!

ASSUMA-SE
LIBERTE-SE
VIVA...

Negativas

Não quero mais de viver de desejos apenas!
Não sou o que as pessoas pensam que sou.
Não gosto de gente falsa.
Não vivo por viver.
Não gosto de cumprir horários.
Não gosto de viver sem regras pra serem burladas.
Não gosto de sentir o que sinto.
Não reclamo da vida.
Não gosto de lógica.
Não quero morar por toda a vida em Caçapava.
Não gosto de frio.
Não sou mulher.
Não sou "homem".
Não sou aquilo que sou.
Não sou apegado a minha bolsa.
Não, não, não...

E interprete como quiser!