Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

Encaixe perfeito...

Imagem
"Um fariseu convidou Jesus para jantar. Ele entrou na casa do fariseu e sentou-se à mesa.
Havia na cidade uma mulher que era pecadora. Quando soube que Jesus estava à mesa na casa do fariseu, trouxe um frasco de alabastro, cheio de perfume, postou-se atrás, aos pés de Jesus e, chorando, lavou-os com suas lágrimas. Em seguida, enxugou-os com seus cabelos, beijou-os e os ungiu com o perfume.
Ao ver isso, o fariseu que o tinha convidado comentou: "Se este homem fosse profeta, saberia quem é a mulher que está tocando nele: é uma pecadora!" Então Jesus falou: "Simão, tenho uma coisa para te dizer". Ele respondeu: "Fala, Mestre". "Certo credor", retomou Jesus, "tinha dois devedores. Um lhe devia quinhentas moedas de prata, e o outro cinquenta. Como não tivessem com que pagar, perdoou a ambos. Qual deles o amará mais?" Simão respondeu: "Aquele ao qual perdoou mais". Jesus lhe disse: "Julgaste corretamente". Voltando-se …

EU ETIQUETA

Em minha calça está grudado um nome
Que não é meu de batismo ou de cartório
Um nome... estranho.
Meu blusão traz lembrete de bebida
Que jamais pus na boca, nessa vida,
Em minha camiseta, a marca de cigarro
Que não fumo, até hoje não fumei.
Minhas meias falam de produtos
Que nunca experimentei
Mas são comunicados a meus pés.
Meu tênis é proclama colorido
De alguma coisa não provada
Por este provador de longa idade.
Meu lenço, meu relógio, meu chaveiro,
Minha gravata e cinto e escova e pente,
Meu copo, minha xícara,
Minha toalha de banho e sabonete,
Meu isso, meu aquilo.
Desde a cabeça ao bico dos sapatos,
São mensagens,
Letras falantes,
Gritos visuais,
Ordens de uso, abuso, reincidências.
Costume, hábito, permência,
Indispensabilidade,
E fazem de mim homem-anúncio itinerante,
Escravo da matéria anunciada.
Estou, estou na moda.
É duro andar na moda, ainda que a moda
Seja negar minha identidade,
Trocá-la por mil, açambarcando
Todas as marcas registradas,
Todos os logotipos do mercado.
Com que inocência demito-me de ser
E…
Imagem
Слава Ісусу Христу!

Marcas do eterno (Pe. Fábio de Melo) Antes de você entrar na minha vida De se decidir por mimPor minha história Haverá de ter clareza de saber bem Quem eu sou Pra depois não me dizer Ter se enganado
Eu não posso ser o que você quiser Sou bem mais do que os seus olhos Podem ver Se quiser seguir comigo Eu lhe estendo a mão Mas não pode um só momento Se esquecer
Sou consagrado ao meu Senhor Solo sagrado eu sei que sou Vida que o céu sacramentou Marcas do eterno estão em mim
Antes do seu amor chegar Um outro amor já me encontrou E me envolveu com tanta luz Que já não posso me esquecer
Se mesmo assim quiser ficar Seja bem vindo ao meu lugar À este coração que resolveu Plantar-se inteiro em Deus E hoje não quer mais se aprisionar
Eu lhe peço que me ajude A ser mais santo Que por vezes me esqueça no meu canto É que a minha santidade Necessita solidão Só assim minha presença É mais saudável
Não me peça o que de mim Pertence a Deus Nem dê mais do que eu preciso receber Ser amado em excesso Faz tão mal quanto não …