Rádio

domingo, 24 de maio de 2009

Coisas que encontro por aí

Como assim? Tem gente que se preza fazer isso? Em pleno século XXI estamos rodeados por TROGLODITAS!!!

Mas que raio de tamanho tem esse tijolinho?


Devem ser uma maravilha esses produtos, não?! Gostei do alco!


Gente, a nave-mãe tá chegando!!!

Sem comentários...


Vagidão Específica

_Maria, ponha isso lá fora em qualquer parte.
_Junto com as outras?
_Não ponha junto com as outras, não. Senão pode vir alguém e querer fazer qualquer coisa com elas. Ponha no lugar de outro dia.
_Sim senhora. Olha, o homem está aí.
_Aquele de quando choveu?
_Não, o que a senhora foi lá e falou com ele no domingo.
_Que é que você disse a ele?
_Eu disse para ele continuar.
_Ele já começou?
_Acho que já. Eu disse que podia principiar por onde quisesse.
_É bom?
_Mais ou menos. O outro parece mais capaz.
_Você trouxe tudo pra cima?
_Não senhora, só trouxe as coisas. O resto não trouxe porque a senhora recomendou para que deixar até a véspera.
_Mas traga, traga. Na ocasião, nós descemos tudo de novo.
_É melhor senão atravanca a entrada e ele reclama como na outra noite.
_Está bem, vou ver como.

(Millôr Fernandes. Trinta anos de mim mesmo)

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Divagação

Queria poder escrever outras coisas, desabafar. Mas minha consciência diz que é melhor deixar pra lá. Tem coisas que é melhor guardar pra gente. Não vale a pena se preocupar com coisas pequenas. Sou mais que isso, muito mais!
O fato é que estou farto do falso lirismo, da ignorância e da falsidade que me cercam! Não quero isso para minha vida. Mas vai passar, sei que vai. É aproveitar essas situações que a vida põe diante de mim para fazer delas uma bela história de amor-superação. Sempre afirmei e vou afirmar até o último dia de minha vida: Tudo é graça!
Enquanto os cães latem, a caravana passa, pois se a caravana parasse para atirar pedras aos cães, jamais chegaria ao seu destino!

Poética

Estou farto do lirismo comedido
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente
protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.
Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário
o cunho vernáculo de um vocábulo.
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis
Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico
De todo lirismo que capitula ao que quer que seja
fora de si mesmo
De resto não é lirismo
Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante
exemplar com cem modelos de cartas e as diferentes
maneiras de agradar às mulheres, etc
Quero antes o lirismo dos loucos
O lirismo dos bêbedos
O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
O lirismo dos clowns de Shakespeare

— Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.

(Manuel Bandeira)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Tu Me Has Seducido

TU SEÑOR, ME HAS SEDUCIDO Y YO ME DEJE.
ME HAS FORZADO Y HAS SIDO MAS FUERTE, MAS FUERTE QUE YO.
PERO VES SEÑOR, AHORA SOY MOTIVO DE RISA,
TODO EL DIA SE BURLAN DE MI, PORQUE YO ME HE ENAMORADO DE TI.

TU ME HAS SEDUCIDO SEÑOR, Y YO ME DEJE SEDUCIR
ME HAS FORZADO Y HAS SIDO MAS FUERTE QUE YO,
AHORA SOY SOLO PARA TI.

YA VES SEÑOR, TU PALABRA HA SIDO HUMILLACION Y SACRIFICIOS
POR ESO RESOLVI NO HABLAR MAS EN TU NOMBRE NI VOLVERTE A MENCIONAR.
PERO HABIA EN MI COMO UN FUEGO ARDIENTE EN MI CORAZON PRENDIDO
A MIS ENTRAÑAS, Y AUNQUE AHOGARLO YO QUERIA NO PODIA CONTENERLO.

TU ME HAS FASCINADO JESUS, Y YO ME DEJE ENAMORAR,
HE LUCHADO CONTRA TI, CONTRA TODO LO QUE SIENTO,
PERO HAS VENCIDO TU, PERO HAS VENCIDO TU.

Faz do meu nada amor

Eu queria só te dizer que me fizesse entender o que é a vida...
Que alegria e dor andam juntas em mim, mas o que conta é o amor.
Vem tomar posse de mim, vencer minha impotência, o meu nada, Senhor.
Ah! Tudo quero te dar, mesmo o que não tenho, mesmo o que não sou,
Pois o que conta é o amor!
Amor! Faz do meu nada amor!
Só amor... Amor! Faz do meu nada amor!
Sei que viver é amar, que amar é sofrer, que amar é se dar.
Ah, bem pequena eu sou, como, então, desejar só viver de amor?
Mas tudo podes em mim. Um teu único olhar tudo em mim mudará.
E, não sendo mais do que sou, sendo toda amor, viverei para sempre ao
Teu lado Senhor
Sendo toda amor...Faz do meu nada amor!
Só amor... Amor! Faz do meu nada amor!

Bem sempre!

"Prefere as coisas amargas às doces pois as coisas amargas tornar-se-ão mais doces que o mel!"
Minha vida tem sido assim. Não que eu não queira viver o lado doce da vida, nem tem como deixá-lo para traz, ele deve ser vivido como dádiva que Deus nos dá por amor. Mas também eu, por amor quero aprender a transformar as coisas ao meu redor; quero vivenciar também o amargo, tornando-o mais doce que o mel.
De todos os males é possível extrair o bem. A vida é superação, sempre! É no dia-a-dia, nas dificuldades que a vida nos impõe, que temos a melhor oportunidade de ascese. Tudo é graça, tudo é bem, tudo vem de Deus.
Não quero ser igual a tudo isso que vemos por aí. Quero ser mais, quero ser melhor, quero ser eu mesmo! Nasci do Amor e para o Amor quero voltar. Amar, amar, amar sempre, mesmo não sendo correspondido pois a mim me importa única e exclusivamente amar.
Vem Senhora minha, Mãe amada. Vem ao encontro desse vosso filho errante, faz de mim um homem novo, faz-me amor-doação como a Senhora o é. Coloco-me em suas mãos, sou seu consagrado. Totus tuus sunt Mariae!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

JAMAIS PERDER DE VISTA O PONTO DE PARTIDA!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

PER IPSUM,
ET CUM IPSO,
ET IN IPSO!

Angústia

Tenho saudades de um amor antigo.
Amor mal vivido
mas que deixou grandes marcas em mim
e está presente em meu coração.

Agora sei como é horrível amar e não ser correspondido!
Como dói, como machuca!
Vem, ó meu amado, volta para mim
Não penso noutra pessoa que não seja você!

Toma posse de mim como outrora
Faz-me seu, toma-me, toma-me!
Devora-me com seu amor flamejante
Vem e liberta-me dessa loucura!