Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Noite Escura

Em uma noite escura
De amor em vivas ânsias inflamada
Oh! Ditosa aventura!
Saí sem ser notada,
Estando já minha casa sossegada.
Na escuridão, segura,
Pela secreta escada, disfarçada,
Oh! Ditosa aventura!
Na escuridão, velada,
Estando já minha casa sossegada.
Em noite tão ditosa,
E num segredo em que ninguém me via,
Nem eu olhava coisa alguma,
Sem outra luz nem guia
Além da que no coração me ardia.
Essa luz me guiava,
Com mais clareza que a do meio-dia
Aonde me esperava
Quem eu bem conhecia,
Em lugar onde ninguém aparecia.
Oh! noite, que me guiaste,
Oh! noite, amável mais do que a alvorada
Oh! noite, que juntaste
Amado com amada,
Amada, já no amado transformada!
Em meu peito florido
Que, inteiro, para ele só guardava,
Quedou-se adormecido,
E eu, terna o regalava,
E dos cedros o leque o refrescava.
Da ameia a brisa amena,
Quando eu os seus cabelos afagava,
Com sua mão serena
Em meu colo soprava,
E meus sentidos todos transportava.
Esquecida, quedei-me,
O rosto reclinado sobre o Amado;
Tudo cessou. Deixei-me,
Largando meu cu…

Suspiros de uma alma...

"Onde te escondeste, meu amado, que me deixaste com gemido?" Maravilhosa frase de S. João da Cruz que tem ressoado profundamente em mim nestes dias. Primeiramente pelo lado religioso. A cada dia que passa sinto mais vontade de estar com o Senhor, entregar-me todo inteiro a Ele, principalmente nas horas mais difíceis, nas noites escuras da vida. Recomendo a quem interessar, a leitura dos escritos de S. João da Cruz, grande místico da Igreja. É excelente para quem deseja se aprofundar na vida de oração e de contemplação. Sofreu grandes padecimentos por entregar-se todo inteiro ao Esposo amado, e mesmo quando tudo lhe parecia trevas, enxergou o grande amor de Deus em seu Filho Jesus e dEle tirou forças para vencer. Segundo, pelo lado mais humano mesmo. A vontade de poder encontrar alguém para vivermos juntos, numa constante entrega por amor. Alguém pelo qual sinta uma vontade muito grande de me decidir e entregar minha vida a ele. Não sou muito bom com as palavras em se tratando …

Homem da minha vida!?

Todos os dias de trabalho fico inquieto! Parece que todo o meu dia gira em torno disso. Tomo meu café com os colegas, converso, rio, choro, brinco. Por dentro, uma inquietação sem tamanho! Depois do café, aguardo ansioso por ele. É meio incerto, a maioria dos dias ele não vem de manhã e além disso, sempre tem o famigerado "vamogalerinha" imperado por minha chefe (chefinha, melhor - risos). Não o vi, mas agora também nem poderei mais mira-lo. Já fui para a rua, labutar, afinal, é conforme o dito bíblico que diz que "o homem que não trabalha não é digno do que come" (2Ts 3, 7-12). Enfrento a farta ignorância do povo e envolvo-me no pouco de simpatia que ainda resta nessa cidade. O tempo passa, é hora de ir almoçar. Espero mais um pouco, bato o ponto, espero, espero... Mas ele novamente não vem! Que agonia, que inquietação!!! Mas tudo bem, pego minhas coisas e vou eu almoçar, quem sabe eu não o encontre pelo caminho? Tudo é possível, não custa sonhar!
Satisfeito, sacia…