Rádio

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Leitura Orante: O Mestre carinhoso

"Quem não receber o Reino de Deus como uma criança,
não entrará nele."


Preparo-me para a Leitura Orante,
rezando com todos os que,
nesta rede da internet,
se reúnem em torno da Palavra:


Oração para antes de ler a Bíblia
+ Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Jesus Mestre, que dissestes:
“Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu aí estarei no meio deles”, ficai conosco, aqui reunidos para melhor meditar e comungar com vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento. 
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa, onde a Palavra de Deus produza frutos abundantes de santidade e de apostolado.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto Mc 10,13-16:
Naquele tempo:
Traziam crianças para que Jesus as tocasse.
Mas os discípulos as repreendiam.
Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse:
'Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais,
porque o Reino de Deus é dos que são como elas.
Em verdade vos digo:
quem não receber o Reino de Deus como uma criança,
não entrará nele.'
Ele abraçava as crianças
e as abençoava, impondo-lhes as mãos.

Palavra da Salvação.

Refletindo
O que esse texto fala ao meu coração? Ler novamente, com calma, e estar aberto à ação do Espírito Santo. Como esse texto pode ser traduzido na minha vida? Elencar frases ou palavras chaves para ir recitando durante o dia.


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Medito em silêncio na presença de Deus.
O MESTRE CARINHOSO
O carinho de Jesus para com as crianças aponta para o modo como os discípulos do Reino deverão tratar todos os pequeninos. As criancinhas simbolizavam todos os marginalizados, sem direito à cidadania, na sociedade da época. Quando alguém é privado deste direito, corre o risco de tornar-se vítima do desrespeito e da tirania dos orgulhosos e prepotentes. Sua dignidade é espezinhada, numa flagrante violação da vontade de Deus.
Por isso, Jesus não suportou que os discípulos afastassem os que traziam as criancinhas para que ele as tocasse. Ficou indignado! É que eles não entendiam que as crianças e os marginalizados tinham precedência no Reino. Os discípulos, pelo contrário, pensavam o Reino como coisa de homens, de adultos, de gente cuja cidadania era reconhecida. Os demais não contavam. Mas Jesus não aprovou esta maneira de pensar.
Ao tomar as crianças em seus braços, abençoá-las e impôr-lhes as mãos, ele estava fazendo um gesto profético: quebrar as estruturas rígidas da sociedade de sua época, e inaugurar uma nova sociedade, onde as relações interpessoais são regidas por critérios compatíveis com a vontade de Deus. As normas antigas já não tinham valor.
O carinho de Jesus pelas criancinhas revela o carinho de Deus pela humanidade. O discípulo do Reino sabe-se chamado a ser mediação deste amor.

Pe. Jaldemir Vitório, sj


3.Oração (Vida)O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo, com a Oração do Dia:
Espírito de carinho, põe no meu coração sentimentos de afeto para com as crianças e os marginalizados, para os quais devo ser mediação do amor do Pai. Assim seja! Amém.


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Como o Senhor me convida a agir aplicando concretamente em minha vida esta leitura que acabei de meditar? Jesus não quer que sejamos infantis, mas que, como a criança que se abandona nas mãos dos seus pais, também nós nos abandonemos inteiramente nas mãos do Senhor. Coloco minha confiança em Deus e vivo em constante ação de graças pelo amor d'Ele recebido? O que posso fazer concretamente para viver no dia de hoje o Evangelho que meditei?

E rezo:
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.
Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.
São Paulo Apóstolo, rogai por nós.
De todo pecado, livrai-nos Senhor.

Bênção Final

Maria, minha querida e terna Mãe,
colocai vossa mão sobre minha cabeça.
Guardai minha mente, coração e sentidos
para que eu não cometa o pecado.
Santificai meus pensamentos, sentimentos, palavras e ações,
para que eu possa agradar a vós
e ao vosso Jesus e meu Deus.
E assim, possa partilhar
da vossa felicidade no céu.
Jesus e Maria, dai-me vossa bênção:
+ em nome do Pai, do Filho
e do Espírito Santo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário