Rádio

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Faz do meu nada amor

Eu queria só te dizer que me fizesse entender o que é a vida...
Que alegria e dor andam juntas em mim, mas o que conta é o amor.
Vem tomar posse de mim, vencer minha impotência, o meu nada, Senhor.
Ah! Tudo quero te dar, mesmo o que não tenho, mesmo o que não sou,
Pois o que conta é o amor!
Amor! Faz do meu nada amor!
Só amor... Amor! Faz do meu nada amor!
Sei que viver é amar, que amar é sofrer, que amar é se dar.
Ah, bem pequena eu sou, como, então, desejar só viver de amor?
Mas tudo podes em mim. Um teu único olhar tudo em mim mudará.
E, não sendo mais do que sou, sendo toda amor, viverei para sempre ao
Teu lado Senhor
Sendo toda amor...Faz do meu nada amor!
Só amor... Amor! Faz do meu nada amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário