Rádio

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

um ou Outro?



Bom, como faço para fugir da voz que me perturba tanto?


Se bem que eu não seu se ela realmente me perturba!!!


Onde está a felicidade, a minha felicidade?


"Onde te escondeste meu amado que me deixaste com gemido?"


Onde está o amor, o meu amor?


Por onde seguir, qual caminho trilhar?


O que me parecia certo, agora é duvidoso.


O que me parecia duvidoso, agora é certo...


O que me parecia duvidoso, agora é certo?


Não sei, sabia, mas agora não sei mais!


"O caminho se faz ao caminhar".


"Senhor o que Tu queres que eu faça?"


Meu amado, onde você está?


Ajude-me pois quero você!


E quero o Outro também.


Mas não pode, ou um ou Outro, e agora?


Floresceu meu lado mulher ou é impressão minha?


O que sou? Homem? Sensível? Mulher? Carente?


Não sei. "Só sei que nada sei!"


E as vozes continuam a perturba-me:


Vai por ali - diz uma. Vai por lá - diz Outra.


E agora? A quem ouvir? Não sei.


"Ó minh'alma retorna a tua paz


como criança bem tranquila


no regaço acolhedor de sua mãe!"


E assim vou caminhando.

Paz e Bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário