sábado, 17 de março de 2012

Quero amor, não sacrifício!

1“Vinde, voltemos para o Senhor, 
ele nos feriu e há de tratar-nos, 
ele nos machucou e há de curar-nos. 
2Em dois dias, nos dará vida, 
e, ao terceiro dia, há de restaurar-nos, 
e viveremos em sua presença. 
3É preciso saber segui-lo 
para reconhecer o Senhor. 
Certa como a aurora 
é a sua vinda, 
ele virá até nós como as primeiras chuvas, 
como as chuvas tardias que regam o solo”.
4Como vou tratar-te, Efraim?
 Como vou tratar-te, Judá? 
O vosso amor é como nuvem pela manhã, 
como orvalho que cedo se desfaz. 
5Eu os desbastei por meio dos profetas, 
arrasei-os com as palavras de minha boca, 
mas, como luz, 
expandem-se meus juízos;
6quero amor, e não sacrifícios, 
conhecimento de Deus, mais do que holocaustos."

Os 6,1-6

Nenhum comentário:

Postar um comentário