domingo, 8 de novembro de 2009

Noite Sensível da Alma

"Procure sempre inclinar-se,
não ao mais fácil, e sim ao mais difícil;
não ao mais saboroso, e sim ao mais insípido;
não ao mais gostoso, mas ao que dá menos gosto;
não ao repousante, mas ao trabalhoso;
não ao que consola, mas ao desconsolo;
não ao mais, e sim ao menos;
não ao mais alto e precioso, mas ao mais baixo e desprezível;
não a querer alguma coisa, mas ao nada querer;
não a andar buscando o melhor das coisas temporais, mas o pior;
e desejar entrar em toda nudez, vazio e pobreza
de tudo quanto há no mundo por amor a Cristo.

Convém abraçar de coração essas obras e procurar conformar a elas a vontade... O que foi dito, se bem praticado, bastará para entrar na noite sensível."

(Santa Tereza Benedita da Cruz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário