Rádio

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Animais no altar

O grifo é um animal criado pela fantasia, anterior ao cristianismo, mas muito usado na simbologia cristã. Ele é metade leão e metade águia (asas, garras e cabeça). Considerado um pássaro, a procura de seus enormes ovos povoou muitas lendas. Na simbologia grega estava ligado à força (leão) e à vigilância (águia) e por isso eram grifos que guardavam os tesouros de Apolo, o deus-sol. Este simbolismo, ligado à luz, levou os cristãos a cunharem o grifo em medalhões de sepulturas, querendo simbolizar que o tesouro contido na alma cristã seria levado, no Juízo Final, às alturas do céu. Como era difundido o grifo como símbolo de Cristo, consolava muito a ideia de o próprio Cristo instroduzir a alma no paraíso.

Frei Clarêncio Neotti, OFM

Nenhum comentário:

Postar um comentário